Implantado em janeiro, o sistema contabiliza a captação de 1680 litros de água que é utilizada para limpeza.
Economia de água do ar condicionado

Uma empresa de Criciúma, teve uma iniciativa inovadora idealizada e implantada por um grupo de colaboradores, promovendo o aproveitamento da água liberada pelos aparelhos de ar condicionado. Implantado em junho deste ano, o sistema custou apenas R$ 150 e armazena 50 litros por semana, gerando uma grande economia no gasto de água do setor de parasitologia.

A captação ocorre em dois aparelhos de nove mil BTUs ligados 24 horas por dia no Núcleo Técnico Operacional (NTO) do Laboratório Búrigo. Por duas mangueiras a água escoa para uma bombona de 100 litros. “Os aparelhos têm de permanecer ligados para conservarmos a sala onde armazenamos os reagentes utilizados nas análises clínicas na temperatura ideal”, explica o chefe do setor de Bioquímica da empresa, Gledson Aléssio.

O reaproveitamento ocorre no descarte dos restos de amostras do setor de Parasitologia. A inclusão da água do ar condicionado motivou uma mudança decisiva para ampliar ainda mais a economia. “Antes era comum as técnicas abrirem o registro e deixarem a água fluindo enquanto colocavam os materiais. Agora os materiais descartados são postos no dejetor e a água puxada da bombona sai de um jato. Usa-se só o necessário”, relata Aléssio.

Implantado em janeiro, o sistema contabiliza a captação de 1680 litros de água. Em breve a empresa planeja a ampliação da capacidade de armazenamento, com aproveitamento da chuva e de mais aparelhos de ar condicionado.

Reconhecimento estadual

Inscrito no Encontro Catarinense de Equipes de Melhorias de 2015, realizado em Blumenau, o projeto de Reaproveitamento da Água do Ar Condicionado do Laboratório Búrigo foi avaliado como um dos melhores.

Fonte: EngePlus (http://www.engeplus.com.br/noticia/geral/2015/empresa-reutiliza-agua-de-ar-condicionado-em-limpeza/)

Compartilhe